Blog

Geralmente falamos nas tendências de design de interiores que estarão em alta ao longo do ano. Porém, hoje, falaremos sobre aquilo que não será mais tão usual em 2021.

1 - Tchau, Shiplap!
Aqueles revestimentos em madeira, muito usados em sentido horizontal, devem dar adeus neste ano. Em seu lugar, ladrilhos, gesso, rattan ou paredes vivas de plantas devem se tornar mais comuns em 2021.

2 - COZINHAS CINZAS
Paredes e móveis na cor cinza deverão sair de cena em 2021. Mas calma! O cinza é uma das apostas da Pantone para este novo ano e, por isso, deverá aparecer combinado a cores vibrantes como o amarelo (outra aposta da gigante das cores), vermelho, verde, etc.

3 - ALL WHITE, NãO MAIS!
Interiores com predominância da cor branca deverão cair em desuso durante 2021. Toques de cor, mesmo que as tonalidades mais claras, passarão a fazer parte do décor, preservando a estética clean.

4 - MÓVEIS RETRÔ
A estética retrô que ganhou espaço na decoração nos últimos anos, através de móveis inspirados nos anos 50 e 60, começam a desaparecer ao longo deste ano. 

5 - PORTAS DE CELEIRO
Embora no Brasil esta tendência ainda seja muito recente, em outros lugares as portas de celeiro já não são mais tão desejadas nos ambientes internos e começam a ser substituídas por alternativas mais modernas.

6 - CONJUNTOS DE MÓVEIS
Aquela velha ideia da cama que combina com os criados mudos, cômoda e armário já era! Apostar em móveis com designs complementares é garantia de personalidade e autenticidade nos lares em 2021.

7 - PAREDES DE DESTAQUE
As paredes devem voltar a ser monocromáticas, assumindo um papel coadjuvante na decoração. Menos dramáticas, agora fazem parte de um todo em um espaço.

 

FONTE: https://decorstyle.ig.com.br/7-tendencias-de-design-de-interiores-que-desaparecerao-em-2021/

Compartilhar:

Faça seu projeto conosco!